sábado, 18 de outubro de 2014

Discurso de uma Servidora Municipal ao Senhor Prefeito Municipal - Pauta Vale Alimentação

SENHOR SECRETÁRIO (O Prefeito não compareceu na Assembleia do Sindicato dos Servidores Municipais de Santiago- Pauta "Vale Alimentação", mandou o Secretario de Gestão Tiago Goski)

Resolvi escrever porque se eu for falar o que realmente estamos sentindo, vou acabar no mesmo nível de vocês, de como estão tratando o funcionário público.

Vocês, a “cúpula” da prefeitura, perderam totalmente o RESPEITO (se é que ainda tinham algum),no momento em que nos oferecem R$1,81 por dia e chamam isso de VALE REFEIÇÃO.
DESPREZO, REVOLTA, ASCO, TRISTEZA e finaliza-se com REPUGNÂNCIA o que estamos sentindo por este “grupo” que não valoriza seu servidor!!

Há!!!Não tem dinheiro? A prefeitura está quebrada? Até no Cadin esteve ou ainda está?
Pois é... Tenho a solução para iniciar a resolver esta situação: comece Senhor Secretário, a demitir os CCs...sabe aqueles que andam com uma bandeira com o 11 correndo ruas em determinadas épocas, ora a pé, ora em carros atrás do seu jipe? Esses mesmos que entram para a prefeitura pela Rua GENERAL CANABARRO e não pela Rua TITO BECCON, como nós entramos. O Senhor poderá demiti-los, ou então, reduzir os salários, afinal um CC padrão 1 ganha R$926,19 e um OPERÁRIO CONCURSADO tem seu salário base de R$712,58...que vergonha secretário!

Outra ideia é O SENHOR fazer o que o seu candidato a presidente da república fez quando governador: diminua o seu salário pela metade... Isso mesmo (o seu e dos demais secretários) vocês ganham R$6348,74, porque não passar a ganhar “míseros” R$3000,00.
Então senhor secretário, ideias não faltam. Estamos lutando por algo para melhorar nossas vidas, nossos salários são uma vergonha. Aqui entre nós, certamente mais de 70%, tem que fazer “trabalhos extras” para viver com um pouco mais de dignidade. Pelos colegas aqui que eu conheço, há garçons, garçonetes, roçadores, seguranças, vendedoras de avon e natura, decoradores, diaristas, acompanhantes em hospitais, e eu mesma faço doces e pizzas e com meu marido vendemos para os colegas. NINGUÉM senhor secretário faz isso por hobby, fazemos isso para poder tratar nossos filhos com um pouco mais de dignidade... Fazemos isso senhor secretário porque SOBRA MÊS e FALTA SALÁRIO.

E então ficamos por exato 1 ano esperando a resposta do executivo por um pedido nosso e vocês, que têm um salário maravilhoso, tem a cara de pau de nos oferecerem R$1,81 por dia? E ainda lembrando-se de um ano atrás, quando fomos para a rua em busca dos nossos direitos, paramos 2 dias e vocês, como democráticos que são, nos descontaram 4.
Desafio-lhe agora Secretário a irmos juntos comprar este almoço por R$1,81, certamente o senhor, seus demais colegas secretários e o senhor prefeito já tem um lugar certo que almoçam por este valor!
TENHO VERGONHA DE FAZER PARTE DISTO AQUI!!!
OS SENHORES NÃO ME REPRESENTAM!!

Servidora RBR

Informativo - Mandato Vereador Sérgio Marion - Lider Bancada - Partido dos Trabalhadores


segunda-feira, 6 de outubro de 2014

URGENTE - Servidores Públicos Municipais de Santiago VÃO PARALISAR

Os Servidores Públicos Municipais de Santiago, iram se mobilizar neste sabado (Dia 11 de Outubro de 2014)  as 09:00 horas da manha em frente ao Sindicato, e não esta descarta a possibilidade de uma nova paralisação, a mobilização é em repudio e desaprovação dos 50,00 reais (ou Seja 2,27 reais por dia de VALE ALIMENTAÇÃO) oferecidos pelo EXECUTIVO, a categoria exige VALORIZAÇÃO! 

Muito Obrigado a tod@s meus Amig@s !

Bom dia a tod@s, Agradeço aos meus amigo(a)s pelo apoio aos meus candidatos Deputado Nelsinho Metalurgico (68 votos Santiago - Eleito um dos mais votado do Partido no estado) e Deputado Fabiano Pereira (907 votos em Santiago - ficando na suplencia de Deputado Federal), Muito Obrigado a tod@s!!! Vereador Sergio Marion Lider Bancada PT

sábado, 4 de outubro de 2014

Pesquisa confirma - Tarso Governador 13

Pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (3) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos válidos na corrida para o governo do Rio Grande do Sul:

Tarso Genro (PT) – 40%
Ana Amélia Lemos (PP) – 31%
José Ivo Sartori (PMDB) – 23%
Vieira da Cunha (PDT) – 3%
Roberto Robaina (PSOL) – 2%
Estivalete (PRTB) – 1%
Humberto Carvalho (PCB) – 0%

Arquivo do blog