domingo, 31 de julho de 2011

Artigo: A sociedade acima de suas partes

Em sua aula magna na UERGS, semana passada, o governador Tarso Genro apontou, dentre os sintomas da crise democrática, o que chamou de “corporativismo economicista”, traduzido pela “luta limitada ao interesse da categoria e não do conjunto da sociedade”.

O chefe do Executivo tem compromisso com cada cidadão, mas, antes, com o conjunto da sociedade gaúcha. É dever do governante desenvolver todos os esforços a seu alcance para que todos, especialmente os mais desprotegidos, tenham acesso aos bens, serviços e obras produzidos pelo dinheiro público.

Isso implica, com frequência, na repartição desigual dos recursos, de modo a assegurar que quem não tem acesso e onde não haja políticas públicas sejam prioritários para recebê-las. Mulheres provedoras de família devem ter prioridade na política habitacional, regiões com menor IDH dever ter prioridade nas políticas de desenvolvimento social, salários mais baixos devem receber aumentos maiores que o topo da pirâmide de vencimentos. Estes exemplos apontam para a lógica que objetiva uma sociedade mais justa.

A Administração reafirma seu compromisso em recompor os níveis salariais, pagar o piso nacional do magistério, chamar concurso público para o preenchimento dos cargos de carreira vagos, enfim, remontar a máquina governamental, desmontada por gestões neoliberais. E também demonstra que recebeu o Estado numa péssima situação financeira. Contudo, o governador repete que estão valendo todos os seus compromissos com os trabalhadores públicos e em cinco meses deu eloquentes sinais disso – como concedendo aumento real do piso salarial regional e dos vencimentos do magistério.

Para mim, dirigente sindical, é difícil compreender que categorias profissionais que ocupam o cume da escala salarial do país ameacem o governo por suas exigências de “todo o meu já”, sem tomar em conta que quando não há dinheiro para tudo imediatamente é necessário escalonar o atendimento dos direitos e das demandas, com prioridade para a maioria e para os mais fracos.


Deputado estadual, economista, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas e de Nova Santa Rita.

Parabéns Rádio Santiago 60 Anos!

Cheguei a pouco do grande evento em frente a prefeitura municipal de Santiago, rádio Santiago 60 anos, com a grande participação da comunidade, apesar do frio, vários artistas se apresentaram, ouve distribuição de brindes, erva mate, água quente..como também sorteios de brindes 01 Moto Zero km e 01 cozinha, fica aqui a minha homenagem a está emissora que a 60 anos faz parte da nossa comunidade, informando, divertindo, interagindo, participando ativamente das nossas questões sociais, políticas, culturais e econômicas. Feliz Aniverário Rádio Santiago pelos seus 60 anos.


sexta-feira, 29 de julho de 2011

Por que a oposição não fala de economia?

DEBATE ABERTO Por que a oposição não fala de economia?

O PSDB, o jornal O Globo e seus aliados estão indignados com a corrupção no Brasil. Querem que o povo saia às ruas. Mas o povo só costuma sair às ruas quando a economia vai mal. E, curiosamente, aqueles que querem que o povo saia às ruas, não querem falar de economia. Distração? Falta de ter o quê dizer?


Marco Aurélio Weissheimer

Subitamente, setores da sociedade brasileira querem que o povo saia às ruas. É preciso qualificar esses “setores da sociedade brasileira”. São aqueles que foram apeados do poder político no início dos anos 2000 e que tiveram sua agenda política e econômica dilacerada pela realidade. A globalização econômica cantada em prosa e verso nos anos 1990 revelou-se um fracasso retumbante. A globalização financeira, a única que houve, afundou em uma crise dramática que drenou bilhões de dólares da economia real, conta que, agora, está sendo paga por quem costuma pagar essas lambanças: o povo trabalhador que vive da renda de seu trabalho.

Durante praticamente duas décadas, nos anos 80 e 90, a esmagadora maioria da imprensa no Brasil e no exterior repetiu os mesmos mantras: o Estado era uma instituição ineficiente e corrupta, era preciso privatizar a economia, desregulamentar, flexibilizar. A globalização levaria o mundo a um novo renascimento. Milhares de editoriais e colunas repetiram esse discurso em jornais, rádios, tvs e páginas da internet por todo o mundo. Tudo isso virou pó. Os gigantes da economia capitalista estão mergulhados em uma grave crise, a Europa, que já foi exemplo de Estado de Bem-Estar Social, corta direitos conquistados a duras penas após duas guerras mundiais. A principal experiência de integração regional, a União Europeia, anda para trás.

No Brasil, diante da total ausência de programa, de projeto, os representantes políticos e midiáticos deste modelo fracassado que levou a economia mundial para o atoleiro, voltam-se mais uma vez para o tema da corrupção. Essa é uma história velhíssima na política brasileira. Já foi usada várias vezes, contra diferentes governantes. Afinal de contas, os corruptos seguem agindo dentro e fora dos governos. Aparentemente, por uma curiosa mágica, eles são apresentados sempre como um ser que habita exclusivamente a esfera pública. Quando algum corrupto privado aparece com algemas, costuma haver uma surda indignação contra os “excessos policiais”.

No último domingo, o jornal O Globo publicou uma reportagem para questionar por que os brasileiros não saem às ruas para protestar contra a corrupção (aliás, o MST respondeu à pergunta , mas não teve sua resposta publicada). O Globo sabe a resposta. Como costuma acontecer no Brasil e no resto do mundo, o povo só sai às ruas quando a economia vai mal, quando há elevadas taxas de desemprego, quando as prateleiras dos super mercados tornam-se território hostil, quando não há perspectiva para a juventude. Não há nada disso no Brasil de hoje. Há outros problemas, sérios, mas não estes. A violência, o tráfico de drogas, as filas na saúde, a falta de uma educação de melhor qualidade. É de causar perplexidade (só aparente, na verdade) que nada disso interesse à oposição. Quem está falando sobre isso são setores mais à esquerda do atual governo.

Comparando com o que acontece no resto do mundo, a economia brasileira vai bem. Não chegamos ao paraíso, obviamente. Longe disso. Há preocupações legítimas em nosso vale de lágrimas que deveriam ser levadas a sério pelo governo federal sobre a correção e pertinência da atual política cambial e de juros, apenas para citar um exemplo. O Brasil virou mais uma vez um paraíso para o capital especulativo e a supervalorização do real incentiva um processo de desindustrialização.

Curiosamente, essa não é a principal bandeira da oposição. Por que estão centrando fogo no tema da corrupção e não na ausência de mecanismos de controle de capitais, por exemplo? Por que não há editoriais irados e enfáticos contra a política do Banco Central e as posições defendidas pelos agentes do setor financeiro? Bem, as respostas são conhecidas. Os partidos políticos não são entidades abstratas descoladas da vida social das comunidades. Alguns até acabam pervertendo seus ideais de origem e se transformam em híbridos de difícil definição. Mas outros permanecem fiéis às suas origens e repetem seus discursos e estratégias, década após década.

Nos últimos dias, lideranças nacionais do PSDB e seus braços midiáticos vêm repetindo um mesmo slogan: o Brasil vive uma das mais graves crises de corrupção de sua história. Parece ser uma tese com pouco futuro. Tomando as denúncias de corrupção como critério, o processo de privatizações no período FHC é imbatível. Há problemas econômicos reais no horizonte. É curioso que isso não interesse à oposição. Afinal, é isso que, no final das contas, faz o povo sair às ruas. Sempre foi assim: a guerra, a fome, o desemprego. Esses são os combustíveis das revoluções.

A indigência intelectual e programática da oposição brasileira não consegue fazer algo além do que abrir a geladeira, pegar o feijão congelado meio embolorado da UDN, colocá-lo no forno e oferecê-lo à população como se fosse uma feijoada irrecusável. Mas no fundo não se trata de indigência. É falta de alternativa mesmo. Falta de ter o quê dizer. Não falta matéria-prima para uma oposição no Brasil, falta cérebro e, principalmente, compromisso com um projeto de país e seu povo.

O modelo político-econômico que hoje, no Brasil, abraça a corrupção como principal bandeira esteve no poder nas últimas décadas por toda a América Latina e foi varrido do mapa político do continente, com algumas exceções. Seu ideário virou sinônimo de crise por todo o mundo. É preciso mudar de assunto mesmo. A verdade, em muitos casos, pode ser insuportável, ou, simplesmente, inconveniente.

Marco Aurélio Weissheimer é editor-chefe da Carta Maior

Participe!

Será que o buraco é mais embaixo?

Uns dias atráz vi grande mobilização de autoridades, imprensa e representantes públicos para solução das precárias condições da RS 377, o que é de grande importancia para nossa região, mas e a respeito das nossas vias urbanas que estão em péssimas condições??? confesso que não vi qualquer mobilização.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

VIII Conferência Municipal de Assistência Social - Santiago/RS

Sonia Uberti Secretária Municipal de Desenvolimento Social, Gladis da Costa Almeida Presidente do Conselho Municipal de Assistência Social e Eu
Hoje estive participando VIII Conferência Municipal de Assistência Social - Santiago/RS, com o tema "Consolidar o SUAS ( Sistema Único de Assistencia Social) e valorizar seus trabalhadores, na Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias, representando o Secretário da Justiça e dos Direitos Humanos/RS, o secretário Fabiano Pereira, as 8:30hs o credenciamento e a leitura do regimento, as 9:00hs formação da mesa formada pelas autoridades presentes, logo foi cantado o Hino Nacional Brasileiro, depois a Presidente do Conselho Municipal de Assistência Social Gladis da Costa Almeida usou a palavra, seguido pelo prefeito Júlio Ruivo, em seguida a apresentação artística com o Projovem, Cras Vó Angela e o Carol Arco Íris. O primeiro a palestrar foi Roberto Machado Salaberry, onde falou a respeito da seguridade social, a segunda a palestrar foi Neuza Salaberry conselheira do CEAS, logo após foi servido o almoço aos participantes, ao som dos jovens do Projovem. A tarde o evento abriu com apresentação artística capoeira Cras Missões sobe coordenação do professor Sergio, a banda do Craz Missões tocou logo após sobe o maestro Roger, este também enfatizou o enpenho dos alunos nas aulas de música, já para o fim da conferência ouve trabalhos em grupos, debate das demandas, deliberações escolha dos delegados, entrega dos diplomas e o encerramento dos trabalhos. Gostaria de parabenizar ao prefeito municipal Júlio Ruivo e toda sua equipe envolvida na realização do evento em especial a Secretária Municipal de Desenvolvimento Social Sonia Maria Rizzatto Uberti que estava a frente deste trabalho, o local, a alimentação os palestrantes, tudo simplesmente de alto nível, por isto o sucesso da Conferência.
Projovem - Professor Paulo Reis
Coral Arco-Íris - Professor Paulo Reis
Roberto Machado Salaberry
Um dos Grupos formados

quarta-feira, 27 de julho de 2011

País vai conceder 100 mil bolsas e terá R$ 3,16 bilhões para formar cientistas

O Brasil pretende conceder, até 2014, até 100 mil bolsas de intercâmbio para estudantes e pesquisadores em modalidades que vão do nível médio ao pós-doutorado. Desse total, 75 mil ficarão a cargo do governo federal e 25 mil, da iniciativa privada. A meta é incentivar a inovação tecnológica do País e o registro de patentes.
Como serão escolhidos os bolsisitas:
Mérito
Os bolsistas serão escolhidos por mérito. A seleção será feita a partir do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), gerenciado pelo Ministério da Educação, e pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), aos alunos que atingirem nota mínima de 600 pontos.
Neste momento, estão aptos a concorrerem às bolsas 124 mil alunos em todos os 27 estados. Serão contemplados os estudantes com produção científica diferenciada, alunos premiados em olimpíadas científicas e que já tenham completado no mínimo 40% e no máximo 80% dos créditos necessários para obtenção do diploma. Os estudantes e pós-doutores do Ciência Sem Fronteiras terão o seu treinamento nas melhores instituições disponíveis, prioritariamente entre as 50 mais bem classificadas nos rankings da Times Higher Education e QS World University Rankings.

Programa atenderá candidatos em 4 modalidades
O programa Ciências Sem Fronteiras oferecerá oportunidades a um público variado, ao estabelecer níveis de graduação na concessão de bolsas. Veja a seguir:
Bolsa Brasil Graduação - Destinado aos alunos com melhor aproveitamento nos canais de seleção estipulados, a Bolsa Brasil Graduação terá duração de um ano, sendo que entre seis e nove meses deverão ser cumpridos no meio acadêmico e o restante compensado em Empresas ou Centros de Pesquisa e Desenvolvimento. A bolsa inclui passagem aérea, bolsa mensal, seguro-saúde, auxílio instalação, taxas de uso de infra-estrutura e, em parcerias com empresas, excepcionalmente pode incluir taxas escolares. As universidades selecionadas deverão aproveitar também alunos premiados em olimpíadas científicas, além de recrutar os melhores estudantes de iniciação científica e tecnológica. Em todos os casos, cada instituição deve selecionar os bolsistas por chamadas públicas competitivas, abertas aos estudantes elegíveis. Além disso, universidades brasileiras devem reconhecer os créditos feitos no exterior.
Bolsa Brasil Jovem Cientistas de grande talento no Brasil - Com duração de até três anos, a Bolsa Brasil Jovem cientistas de grande talento no Brasil é destinada a jovens pesquisadores com produção científica ou tecnológica diferenciada para desenvolver atividades com um grupo de pesquisas no Brasil ou em empresas. Serão elegíveis jovens cientistas talentosos em início de carreira, prioritariamente brasileiros que tenham se destacado qualitativamente e quantitativamente pela produção científica ou tecnológica. Será estimulada a alocação destes bolsistas em todas as regiões do País, especialmente através de convênios com as fundações estaduais de apoio a pesquisa. A instituição de destino no Brasil deve oferecer a infraestrutura necessária ao desenvolvimento do projeto.
Pesquisador Visitante Especial no Brasil - Serão elegíveis grandes lideranças científicas internacionais, prioritariamente brasileiros radicados no exterior para atuarem como Pesquisador Visitante Especial no Brasil durante três anos. O pesquisador assume o compromisso de vir ao País com regularidade previamente definida (dois meses a cada ano) e a receber estudantes e pesquisadores brasileiros no seu laboratório no exterior. Também será preciso manter uma associação com grupo no Brasil que ficará responsável pelo gerenciamento do projeto. Entre os benefícios estão a Bolsa de Visitante Especial quando está no Brasil, o custo de uma viagem anual para o pesquisador e recursos de custeio para a pesquisa.
Treinamento de Especialistas e Engenheiros de Empresas no Exterior - Serão escolhidos especialistas e engenheiros de empresas ou Instituições de Ciência e Tecnologia que necessitam absorver ou aperfeiçoar técnicas específicas. Devem necessariamente ter sido aceito para as melhores universidades do mundo, ou principais institutos de pesquisa básica ou tecnológica reconhecidos internacionalmente. O período de treinamento será de até 12 meses.
Fonte: www.brasil.gov.br
http://www.paulopimenta.com.br/

Gaúchos já podem acessar serviços do Estado pelo celular

Foto:


Foi lançado na tarde desta segunda-feira (25), em solenidade no Salão Negrinho Pastoreio, o Portal RS Móvel, uma iniciativa da Secretaria de Comunicação e Inclusão Digital (Secom), em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Estado do RS (Procergs). A partir do endereço m.rs.gov.br, o cidadão poderá acessar pelo celular ou tablet uma lista de serviços públicos gratuitos de órgãos do Estado.

O presidente da Procergs, Carlson Aquistapasse, apresentou o RS Móvel e os serviços disponíveis no Portal. Na área da saúde, por exemplo, é possível acessar o Guia Médico do IPE, abrangendo todo o estado, onde constam informações sobre profissionais, especialidades e estabelecimentos de atendimento no Rio Grande do Sul. Na área da Segurança, o cidadão contará com o serviço Denuncie, uma linha direta com a Polícia Civil em que é possível fazer relatos sobre ocorrências policiais e situações de emergência, agregando a isto vídeos, áudios e fotos.

Além disso, poderá, por meio de um dispositivo móvel, localizar a delegacia mais próxima informando o bairro e a cidade. Também poderão ser consultadas diversas informações relativas ao Departamento de Trânsito do Estado (Detran), como situação de veículos, infrações de trânsito, pontuação e dados sobre a carteira de habilitação e consulta a respeito de veículos em depósito.

Outro serviço do RS Móvel é o acesso a dados de caráter empresarial e administrados pela Junta Comercial do Rio Grande do Sul (Jucergs), como andamento de processos, reserva de nome empresarial, informações sobre como proceder para obter 46 serviços prestados pela junta, além dos telefones dos seus 47 postos de atendimento distribuídos no Estado.

Agenda do Governador

Será possível ainda acompanhar as principais pautas em discussão na Assembleia Legislativa - a partir do serviço de consulta às Ordens do Dia -, seguir a Agenda do Governador, bem como utilizar algumas facilidades dos Correios, como o rastreamento de objetos, localização de agências, preços e prazos de entrega de encomendas, localização de endereços e CEPs, entre outros.

O governador Tarso Genro parabenizou a iniciativa da Secom e Procergs e falou da importância desse tipo de instrumento de comunicação direta para a democratização das decisões de governo: "Me pergunto se existiria hoje a crise europeia se todos os avanços tecnológicos disponíveis tivessem sido usados para o controle social dos governos. Se as decisões estratégicas, que vão influir na vida das pessoas, fossem tomadas depois de um controle total da sociedade".

A secretária Vera Spolidoro alertou para a importância desse novo instrumento, dado o aumento da quantidade de dispositivos móveis conectados à internet: "Temos hoje no Brasil mais de um celular por habitante, sendo que 30% dos aparelhos têm acesso à internet. São 60 milhões de aparelhos conectados à rede mundial de computadores". Para a titular da Secom, esses dados tornam o celular um instrumento importante de inclusão digital e de comunicação entre o Governo e o cidadão: "Estamos colocando à disposição dos gaúchos um serviço que segue a diretriz fundamental de transparência, diálogo e comunicação democrática. Desta forma, estamos levando o Governo do Rio Grande do Sul para a mão dos gaúchos, literalmente".

Para divulgar o novo Portal, foi criado um vídeo que será veiculado pela Secom em blogs e sites. "Também será feita publicidade do RS Móvel em rádios da capital e interior - especialmente da Região Metropolitana -, além do envio de 25 mil mensagens via celular", explicou Vera.
Fonte: http://www.ptsul.com.br/

Novo Blog

O Brasil pensado a favor do Brasil.
http://blogprojetonacional.com.br/

terça-feira, 26 de julho de 2011

Mensagem

A Ratoeira

Um rato olhando pelo buraco na parede vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo em que tipo de comida poderia ter ali. Ficou aterrorizado quando descobriu que era uma ratoeira.

Foi para o pátio da fazenda advertindo a todos:

"Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa."

A galinha, que estava cacarejando e ciscando, levantou a cabeça e disse:

"Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que é um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda."

O rato foi até o porco e disse a ele:

"Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira."

"Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces."

O rato dirigiu-se então à vaca. Ela disse:

"O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!"

Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro. Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira pegou a cauda de uma cobra venenosa. A cobra picou a mulher. O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.

Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral O fazendeiro então sacrificou a vaca para alimentar todo aquele povo.

Moral da história, no mundo onde vivemos o problema de um é problema de todos. Portanto na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito lembre-se que, quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.
 
Ouvi pela primeira vez esta mensagem a algum tempo, como gostei bastante resolvi compartilhar, espero que gostem.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Dia de Visitas

Estive fazendo uma visita hoje ao conselho Tutelar de Santiago, conversei com a Vice-Presidente Janete Pivoto e a conselheira Ieda Amaral, me colocando a disposição para fazer a ligação de eventuais necessidades do conselho a Secretária de Justiça e dos Direitos Humanos/RS, representado pelo secretário Fabiano Pereira, também me comprometi em comunicar qualquer novidade, cursos, palestras, seminários...desenvolvidos pela secretária. Também estive visitando o Caps AD II (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas), onde conversei com a Andrea uma das responsavéis, ela me informou que o centro atende os municipios de Santiago, Jaguari, Nova Esperança do Sul, Unistalda, Capão do Cipó e São Francisco de Assis, enfatizei a ela que uma das metas do Secretário Fabiano Pereira é espandir os Comens (Conselho Municipal de Entorpecentes) Ligados ao Conen (Conselho Nacional de Entorpecentes) em todas as cidades do estado, trabalhando a prevenção, tratamento, reabilitação.

sábado, 23 de julho de 2011

Sérgio Marion na Rádio Nova 99.3 FM

 Hoje sabádo (23 de Julho) tive a alegria de participar do programa evangélico na Rádio Nova 99, programa apresentado pelo irmão Amaral e sua família, onde contei meu testemunho de vitória, das dificuldades da ninha infância juntamente com meus cinco irmãos, mas sobretudo da grande vitória que o senhor Jesus Cristo deu as nossas vidas, hoje trabalho como Assistente da Secretária de Justiça e dos Direitos Humanos/RS a convite do Secretário Fabiano Pereira, em Santiago abrangendo toda a região,  por isto sempre agradeço a Deus,  pois até aqui ele tem me abençoado, não só eu como todos meus irmãos.
Parabenizo ao irmão Amaral pelo ótimo programa apresentado, levando a palavra de Deus, fé, confiança, lindos hinos, testemunhos aos ouvintes de toda a região, enfatizando sempre que Jesus Cristo é o Salvador

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Mais 10 familias de casa própria em Santiago

Estive agora pouco representando a Secretária de Justiça e dos Direitos Humanos/RS, juntamente com o amigo Rubem Lima gerente da Corsan na inauguração de mais dez (10) casas do Projeto Minha casa (Prefeitura Municipal em parceria com a Caixa), estavam presentes o prefeito municipal Julio Ruivo e varias outras autoridades, era visivel a alegria e a emoção no rosto das familias beneficiadas.

Condomínio Pedro Carneiro

 Rubem Lima Gerente da Corsan  Santiago/RS fazendo a entrega de uma das casas
Autoridades presentes, juntamente com as familias beneficiadas

Escritor Juarez Gireli

Santiago é conhecida como “Terra dos Poetas”, então resolvi conversar um pouco com o escritor Santiaguense Juarez Gireli.
Blog SM: Santiago é chamada de “Terra dos Poetas”, você concorda com esta afirmação?

Santiago é uma terra de muitos talentos e por isso é chamada de Terra dos Poetas, seria muito importante que mais pessoas divulgassem a literatura pois assim existiria mais luz e menos trevas.
Blog SM: A quantos anos você trabalha com literatura?

Escrevi dois livros, comecei vendendo livro no calçadão em uma mesinha, depois trabalhei dois anos no sebo do Tide Lima, hoje tenho um sebo popular na praça do QG, Getúlio Vargas 1613.
Blog SM: Diga qual a importância da leitura hoje na nossa sociedade?

É muito importante lermos, pois a leitura exercita a mente e nos faz viajar pelo planeta, por isso é importante lermos e indicarmos livros para que todos possam ler e enriquecer suas mentes.
Juarez Gireli escreveu o livro “O Menino e o pássaro” sendo este um dos mais vendidos na Feira Municipal do Livro em edições anteriores, também sendo trabalhado por várias escolas do município e região.
Obras lançadas: “O menino e o pássaro” – Infantil “Caminhos o menino dos trilhos” e esta para ser lançado o livro infantil “A cachorra burguesa e o cachorro da favela”.

Obs: Juarez Gireli compra, vende e recebe doações de livros, Avenida Getúlio Vargas, 1613 Praça do QG, Fone: (55) 9675-1327

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Na Rede

Ex-presidente Lula lança portal na internet

O Instituto Cidadania lançou na sexta-feira (15) um site para divulgar as atividades e projetos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Disponível no endereço www.icidadania.org, o site entra no ar com mais de 50 notícias, além de vídeos, fotos e discursos na íntegra.
Sediado em São Paulo, o Instituto Cidadania foi onde Lula debateu e elaborou com toda a sociedade propostas de políticas públicas antes de ser eleito presidente em 2002. Hoje, ao sair da presidência, é o espaço onde está sendo criado o Instituto Lula, voltado para causas políticas e sociais no Brasil, África e América Latina.
“O Brasil vive um momento de ouro, continua vivendo um momento extraordinário, e eu espero poder conversar com vocês daqui para frente neste pequeno espaço.”, afirma Lula.
http://www.ptrs.org.br/

Vice-prefeito de Rosário do Sul no PT

Lideranças regionais abonam filiação de Dilmar Nequi
 O vice-prefeito de Rosário do Sul, Dilmar Nequi filou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT), no sábado (16), em atividade no Sindicato dos Comerciários de Rosário do Sul. Além de grande público formado por simpatizantes e lideranças do PT local também estiveram presentes o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), a vice-prefeita de Alegrete Maria de Fátima Castro Mulazzani (PT), o representante da Executiva Estadual do partido Ricardo D’Ávila e o Coordenador Macro das Regiões Campanha e Fronteira Oeste de Participação Popular e Cidadã, da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão, Cláudio Marquiori.
Segundo o Presidente do PT de Rosário do Sul Fernando Pigatto o partido ganhou maturidade e projeta crescimento local e regional. “Nestes 31 anos nossa militância sofreu muito preconceito e perseguição, principalmente aqui na fronteira e em Rosário, mas depois que o Presidente Lula assumiu o Governo Federal, a esperança venceu o medo, o Brasil começou a ser transformado, o PT se firmou como um grande partido e em nosso município somos alternativa para governar, tanto que fazemos parte e ajudamos a atual Administração Municipal. Temos a população como prioridade e agora o vice-prefeito faz parte desta caminhada”, afirmou o presidente do PT rosariense.
Em seu pronunciamento, o deputado estadual Valdeci Oliveira destacou que Rosário do Sul, como os municípios da região vem recebendo atenção especial do PT. “Falo do projeto de crescimento com democracia do governo da presidente Dilma, que encoraja a todos nós, deputados estaduais e federais, o Senador Paulo Paim e o governo Tarso a dar prioridade aos projetos sociais que agora ganham mais força em Rosário do Sul, porque temos aqui aumentada nossa responsabilidade com a população e com o vice-prefeito Dilmar que agora é nosso companheiro de partido”, sintetizou Valdeci Oliveira.
Já o vice-prefeito Dilmar Nequi agradeceu a recepção dos petistas, aos familiares e amigos que sempre o apoiaram, fez referência ao secretário municipal Luiz Henrique Antonello e ao advogado Rubens Clair Viana, que incentivaram sua ida para o PT, e se colocou à disposição para ajudar o partido e continuar trabalhando para melhorar a vida da população rosariense.
 “Sempre lutei pela construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Minha origem e trajetória comprovam isso, tendo no serviço público minha história de vida e agora entrando no PT, partido este que me apoiou decisivamente para a continuidade de meu mandato como vice-prefeito. Não vou mudar o meu discurso, pois ele sempre foi e será para o povo o qual devo minha total devoção e respeito. Continuarei atendendo a todos que me procurarem em meu gabinete de trabalho como sempre fiz. Entro no PT para somar e quero ajudar a construir um grande projeto para Rosário do Sul. Obrigado a minha família e amigos por me ajudarem a chegar até este momento”, finalizou Dilmar.
Fonte:http://www.ptrs.org.br

Charge

Processo seletivo para contratação emergencial: Últimos dias

De acordo com a Lei n° 13.743/11, a Fundação de Atendimento Sócio – Educativo (Fase) informa que realizará processo seletivo para contratação emergencial (no regime da Consolidação das Leis do Trabalho / CLT). As contratações terão prazo determinado de um ano, com a possibilidade de prorrogação por mais doze meses. O edital completo para a contratação emergencial está disponível aqui .
As vagas que serão preenchidas são de advogado (5), agente socioeducador (33), assistente administrativo (10), assistente social (7), enfermeiro (1), engenheiro civil (1), engenheiro elétrico (1), farmacêutico (1), psicólogo (8), pedagogo (8) e técnico em enfermagem (10).
De 11 a 22 de julho, os candidatos deverão encaminhar: ficha de inscrição, carta de interesse pelo emprego ao qual está se candidatando,  Curriculum Vitae documentado e cópia da Carteira de Identidade. Os formulários e modelos estão disponíveis no site da Fase. Todo material deverá ser encaminhado pelos correios, via Sedex (através de correspondência registrada com aviso de recebimento), para o seguinte endereço:
À Fundação de Atendimento Socioeducativo do RS
Núcleo de Provimento e Relações do Trabalho
Contratação Emergencial 2011
Emprego  de interesse  ..................  – 
Rua Padre Cacique, 1372 – Porto Alegre/RS
CEP 90810240
Maiores Informações: http://www.fase.rs.gov.br/

Grupo Musical Sem Fronteiras

Data: Dia 23/07  Local: CTG Coxilha de Ronda - Jantar Baile - Apenas R$ 10,00 - Reserve já o seu ingresso - fone 55- 3251- 428O, fica ai o convite para a comunidade de Santiago e região. 

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Mais fotos da Festa em São Luis Gonzaga

Homenagem aos  70 anos de Olívio Dutra
 - Presidente de Honra do Partido dos Trabalhadores/RS-
 Companheiro Juarez Gireli Vice-Presidente do PT -Santiago e Assessor do Deputado Estadual Valdeci Oliveira, Olívio Dutra e a Companheira Terezinha
 Partido dos Trabalhadores de São Luis Gonzaga/RS
 Painel de entrada com fotos Históricas da Trajetória de Olívio Dutra

 Olívio e o companheiro Carlão Ex-Presidente do PT de São Luis Gonzaga
 Fotos do Painel de entrada
 Foto Histórica
 Paulo Paim, Tarso, Lula, Dilma e Olívio Dutra

Homenagem dos 70 Anos de Olívio Dutra

Sabádo passado dia 9 de julho, eu o campanheiro Juarez Gireli e as companheiras Teresinha e Larrisa, estivemos na festa em homenagen aos 70 anos de Olivio Dutra em São Luis Gonzaga, onde representei o Secretário de Justiça e dos Direitos Humanos/RS Fabiano Pereira, na minha oportunidade de felicitações ao companheiro Olivio Dutra enfatizei seu exemplo de dignidade, honestidade, simplicidade e espirito de luta pela classe trabalhadora e que com certeza é e continuará sendo um exemplo a ser seguido. A festa foi um sucesso, meus parabéns ao PT de São Luis Gonzaga pela realização do evento.

Vista ao Gabinete do Deputado Chicão

Semana passada estive visitando o gabinete do deputado Estadual Chicão PP em Porto Alegre, como ele não estava presente no momento, falei com sua assessoria o João Otávio Biermann Pinto (Tavinho) e a Mara Rebelo, como agora faço parte da Secretária de Justiça e dos Direitos Humanos, me coloquei a disposição do deputado para que quando precisar pode contar conosco, tambem já em Santiago visitei o gabinete do Prefeito, onde da mesma forma falei com o Vice-Prefeito Antônio Carlos Cardoso Gomes e hoje dia 11 de julho pela manhã estive no gabinete do Presidente da Camara Municipal Antônio Carlos  Santos Gomes (Pelé). Desde já agradeço ao Prefeito Municipal Júlio Ruivo que atendendo ao pedido do Secretário de Justiça e dos Direitos Humanos do Estado Fabiano Pereira, me cedeu, já que sou funcionário público municipal, assim me coloco a disposição da comunidade de Santiago e região para que juntos passamos trabalhar e construirmos alternativas de melhorias para nossa cidade e região.

Arquivo do blog