sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Trajetória Política - Antonio Carlos Rosa Bueno

Conheça melhor a trajetória política de Antonio Carlos Rosa Bueno, nosso Pré-candidato a Prefeito Municipal de Santiago ao pleito eleitoral de 2012, Partido dos Trabalhadores.

Nome: Antonio Carlos Rosa Bueno
Nascido em 16.10.1957 - Casado – 03 filhos – 02 netas

Histórico Político: 
Filiado ao PT em 1995 – Compôs a Primeira Bancada eleita pelo PT em Santiago, Exerceu 02 Mandatos de Vereador, Candidato à Deputado Estadual em 2002 - Presidente do Partido por três gestões – Coordenador das campanhas vitoriosas de Olívio Dutra, LULA, Tarso Genro e DILMA.

Cursos e aperfeiçoamentos
 Relações humanas e públicas, noções de direito, organização e métodos, noções administrativas, gestão de pessoas e matemática financeira.
Formação Técnica - Técnico em contabilidade, óptico opmétrico e corretor de seguros.

Histórico Profissional
Funcionário de Empresas Privadas durante 5 anos na função de Óptico Optométrico.
Funcionário do Banco do Brasil desde 15.12.1980.

Contato:
E-mail – buenoac@ibest.com.br

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Eleições 2012 - Diretório Municipal do PT lança seu Pré-Candidato a Prefeito

Hoje 29 de Setembro de 2011, o diretório do partido esteve reunido na sede municipal do partido dos trabalhadores de Santiago, onde todos os companheiros tiveram a oportunidade de se expressarem e fazerem suas avaliações sobre a conjuntura municipal, estadual e federal. O partido avaliou de passamos por um momento de grande aceitação popular tanto a nível federal com a Presidenta Dilma como estadual com o governador Tarso Genro, bem antes disso o trabalho do Ex-Presidente Lula. Portanto avaliando todo este cenário de sucesso e principalmente por termos um projeto de desenvolvimento para nossa cidade, o diretório municipal por unanimidade escolheu o nome do companheiro Antônio Carlos Rosa Bueno como Pré-Candidato a Prefeito para o pleito de 2012 do Partido dos trabalhadores. 

XIII Semana Municipal do Idoso de Santiago é Notícia no Site da SJDH


Coordenador de Atenção ao Idoso divulga trabalho da SJDH

O coordenador estadual de Atenção ao Idoso da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos (SJDH), Cezar Slaviero, está participando de uma série de agendas pelo interior do Estado. A intenção é divulgar o trabalho e os projetos elaborados pela SJDH para a terceira idade.
Entre terça (27) e quarta-feira (28), Slaviero esteve no município de Santiago participando da XIII Semana Municipal do Idoso, oportunidade em que palestrou  no   X Seminário Municipal "Qualidade de Vida do Idoso". O coordenador falou sobre "O papel do idoso na sociedade". Além disso, ele concedeu entrevistas a veículos de
comunicação.
Na segunda-feira (26), Slaviero esteve em Cruz Alta onde palestrou no 1º Seminário Regional e no 6º Seminário Municipal do Idoso. Já na próxima sexta-feira, 30, ele participará da inauguração do Centro de Convivência em Dr. Ricardo, município da Região do Vale do Taquari. No dia 5 de outubro, ela vai a Candelária participar da  programação da Semana do Idoso do município.
Fonte:  http://www.sjdh.rs.gov.br/?model=conteudo&menu=1&id=517&pg=

VIII Concurso SESC de Fotografia

O concurso terá como tema “A Primavera no Rio Grande do Sul”. A estação, tida como a mais bonita e colorida do ano, é geralmente associada ao reflorescimento da flora. De acordo com o Sesc/RS, o desafio do concurso é despertar um novo olhar da estação por parte de fotógrafos profissionais e amadores, além de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo. O concurso, que integra a agenda do Arte Sesc – Cultura por toda parte. mais informações acesse: 

Charge

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Palestra "O papel do idoso na Sociedade" - Cézar Slaviero

Hoje pela manhã eu a professora Enadir Vielmo e o colega Cézar Slaviero, estivemos na rádio Santiago e na Nova Iguaçú FM divulgando a Semana Municipal do Idoso, onde as 14:00 horas ocorreu com sucesso a palestra ministrada pelo Coordenador Estadual de Políticas do Idoso Cézar Slaviero, na Igreja Matriz, evento este em homenagem a Semana Municipal do Idoso, sua palestra foi sobre o Tema "O papel do idoso na sociedade" , Cézar disse que o estado do RS é o primeiro em número de idosos do pais, enfocando de que é necessário ter politicas publicas de estado e não de governos, assim podem trocar governos, mas as políticas publicas enfocados na melhor qualidade de vida dos idosos permaneceriam, ao final da palestra Cézar recebeu um diploma de participação no evento da professora Enadir Vielmo, que agradeceu pelo alto nível da palestra. Gostaria de agradecer novamente a secretaria de Desenvolvimento Social Sônia Ubert e a coordenadora da Semana Municipal do Idoso professora Enadir Vielmo que proporcionaram a vinda do palestrante Cézar Slaviero Coordenador Estadual de Políticas do Idoso (Secretaria de Justiça e dos Direitos Humanos), e com certeza continuaremos a trabalhar nessa parceria em prol de nossa comunidade. Abaixo fotos do evento.




 Cézar Slaviero recebendo o diploma de participação no evento da professora Enadir Vielmo
 Eu e Vilma Viana (82 Anos) Escritora e Professora aposentada uma das Palestrantes do Evento

Cézar Slaviero Coordenador Estadual de Políticas do Idoso e eu

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Meus contatos

Coordenador Estadual de Políticas do Idoso em Santiago - Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos

Hoje estive visitando juntamente com Cezar Eslaviero Coordenador Estadual de Políticas do Idoso, no jornal Expresso Ilustrado, Folha Regional e Radio Central FM, amanhã as 10:00 horas estaremos na Verdes Pampas FM e rádio Santiago no programa Olho Vivo, onde as 14:00 horas na Igreja Matriz acontece a Palestra "O Papel do Idoso na Sociedade" ministrada pelo Coordenador Estadual de Políticas do Idoso Cezar Eslaviero, evento este comemorativo a Semana Municipal do Idoso, toda a comunidade é convidada a participar. Também visitamos alguns pontos interessantes de Santiago como  o Museu, Casa do Conhecimento, Biblioteca Municipal e ruas dos Poetas, Cezar ficou impressionado pela bonita história de Santiago e o belo trabalho desenvolvido pela professora Enadir Vielmo, fomos também fazer uma visita a secretaria de Desenvolvimento Social Sônia Ubert onde não tivemos sucesso, já que a secretaria se encontra em Porto Alegre.

domingo, 25 de setembro de 2011

Site Rádio Santiago Racheado veja:

Hoje por volta das 11:55 hs da manhã fui entrar no site da rádio Santiago, onde fiquei surpreendido, pois o site estava racheado, com está imagem a cima, para me certificar entrei em contato com meu amigo Rafael Nemitz que também confirmou a informação http://rafaelnemitz.blogspot.com/2011/09/site-da-radio-santiago-e-hackeado.html?spref=tw.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Semana do Idoso começa nesta Segunda-Feira

Venho reforçar o convite para que toda a comunidade venha participar da abertura da semana do Idoso, é nesta segunda-feira (Dia 26 de Setembro de 2011) às 14:00 horas na Câmara Municipal de vereadores de Santiago.

Pedido de novos computadores

 Hoje fiz um pedido ao vereador Pedro Bassin PSDB, de que ele  analisa-se a possibilidade da câmara em adquerir uns computadores melhores do que os que estão no espaço da câmara, aqueles disponivéis a comunidade, pois estes já estão ultrapassados e dos quatro ou cinco existentes, dois funcionam, os computadores da biblioteca municipal também (disponivéis a alunos) se encontram ultrapassados, novas máquinas com certeza atenderiam melhor a comunidade. Desde já agradeço ao vereador Pedro Bassin por intermediar esta solicitação.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

1000 Amig@s!

Hoje Cheguei a 1000 amig@s no Orkut, meu muito obrigado a todos, como esta rede social (orkut) só aceita ter 1000 amig@s, a partir de agora  só posso aceitar novos amig@s no perfil 2 (Link abaixo), quer ser meu amig@ é só adicionar http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=9134647213683016887&rl=t .

Cachorro Gaúcho!

Cachorro gaúcho presente na avenida  no desfile de 20 de Setembro de 2011 em Santiago.
Foto: Sérgio Marion

Semana Farroupilha 2011

A semana Farroupilha passei no Piquete Tradicionalista Os Desgarrados, vários dias desta semana comendo carreteiro, emsopado de mandioca e feijoada e hoje dia 20 dia do Gaúcho também almocei lá um gostoso churrasco, estava lotado, meus parabéns a toda patronagem do Piquete.

sábado, 17 de setembro de 2011

FILIE-SE AO PT

“ESTAMOS MUDANDO O BRASIL, O RIO GRANDE  E QUEREMOS MUDAR TAMBÉM SANTIAGO” nós petistas de Santiago buscamos simpatizantes do partido nos movimentos sociais, no campo e na cidade, nas vilas e bairros de Santiago para ampliar nosso quadro de lutadores. Caso você esteja interessado em filiar-se, procure em Santiago algum membro do partido e mostre seu interesse em filiar-se, com certeza você será bem vindo ao maior partido de esquerda da América Latina, Partido dos Trabalhadores - PT.

COMO SE FILIAR?

Procure o Diretório de seu município, em Santiago procure um filiado do partido.
O QUE PRECISA?
  • Ter completado 16 anos
  • Gozar de plenos direitos políticos
  • Não estar filiado a outro partido
  • Solicitar filiação no mesmo município onde vota
  • DOCUMENTOS
  • Título de eleitor
  • CPF

Remuneração dos Deputados Estaduais - RS


Base Legal: Lei Estadual 11.894/2003 e alterações (em especial a alteração introduzida pela Lei Estadual 13.659/2011).

1. Subsídio Mensal: R$ 20.042,34.

2. Ajuda de Custo: o valor do subsídio mensal, uma no início outra no final da sessão legislativa.

3. No mês de dezembro, será pago o valor de um subsídio mensal proporcional ao efetivo comparecimento do deputado estadual às sessões realizadas até 30 de novembro.

4. Descontos Obrigatórios:
- Imposto de Renda: Alíquota de 27,5%
- INSS: Alíquota de 11%

5. Contribuição Partidária
Percentual de desconto definido pelo partido
.
Fonte: http://www.al.rs.gov.br/transparencia/

Comitê de Políticas para Idoso realiza primeira reunião

Integrantes abordaram as deliberações aprovadas na 4ª Conferência Estadual do Idoso - Foto: Douglas Machado
Quarta-feira (14) passada pela manhã, ocorreu a primeira reunião do Comitê Gestor Pró-Políticas Públicas para o Idoso. Coordenada pela diretora do Departamento de Direitos Humanose Cidadania, Tâmara Biolo Soares, e pelo coordenador estadual da Política doIdoso, Cezar Slaviero, tratou de vários assuntos como as deliberações da 4ª Conferência Estadual do Idoso, com foco em políticas para saúde, educação, segurança e assistência social.
“As temáticas abordadas necessitam de cuidados especiais, mas ainda precisamos trabalhar em cima de outras demandas”, acrescentou Slaviero, referindo-se às ações das próximas reuniões.
Os integrantes debateram ainda a possibilidade de o comitê convocar entidades e outras secretarias para colaborarem na elaboração de políticas públicas para idosos.
Durantea reunião, foram apresentadas as linhas de ação da SJDH para os idosos. Elas são divididas em três eixos: a defesa dos direitos e combate à violência; a promoção do direito à independência e autonomia da pessoa idosa e o incentivo ao protagonismo social do idoso.
Para o próximo encontro, os integrantes do comitê irão elaborar um relatório das ações já desenvolvidas em cada secretaria, além das que serão realizadas apartir das previsões incluídas no Plano Plurianual (PPA) para os próximos 4 anos. As reuniões do Comitê Gestor serão realizadas toda a segunda quinta-feira de cada mês.


Inscrições para curso pré-vestibular gratuito estão abertas

Na Capital, o lançamento do curso para estudantes de baixa renda ocorreu no dia 5 de setembro - Foto: Paola Marcon
A disputa por uma vaga no curso pré-vestibular gratuito Universidade Já, oferecido pelo governo do Estado, por meio da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos, começou na última quarta-feira(14). Serão oferecidas 500 vagas para Porto Alegre e 250 para Santa Maria. As inscrições serão feitas através dowww.universidadejars.com.br. Podem se inscrever os estudantes que estão cursando o terceiro ano ou tenham concluído o Ensino Médio em escola pública, sem ainda terem ingressado na universidade. É preciso ter disponibilidade para frequentar as aulas de segunda a sexta-feira, no respectivo horário de aula da unidade do curso escolhido pelo candidato.
Os critérios de seleção são o histórico escolar do Ensino Médio e a renda socioeconômica familiar. Os dados são avaliados, e quem tem as melhores notas e, comprovadamente, menor condição de pagar um curso particular tem preferência para a vaga. Não é aplicada prova. As inscrições se encerram no dia 30 de setembro, e as aulas têm início em 5 de outubro.
O projeto será desenvolvido pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (Fapeu), que há oitoanos oferece o curso junto à Universidade Federal de Santa Catarina(pré-vestibular da UFSC). Naquele Estado, o projeto tornou-se o principal curso preparatório para o vestibular, com 64% de aprovação entre os estudantes, em2011. Este ano, o projeto atende 5 mil alunos e está presente em 29 cidades catarinenses.
De acordo com o Secretário daJustiça e dos Direitos Humanos, Fabiano Pereira, a intenção é oferecer um curso de alta qualidade aos estudantes de baixa renda. “Trata-se de um curso de ponta que não perde em nada para as instituições particulares, tanto em material didático quanto em professores gabaritados. Queremos que esses alunos tenham iguais condições de acesso ao Ensino Superior, pois isso muda a realidade da universidade e do país”, afirma Fabiano.

Inter exibe nova camisa de Damião

Estarão à venda no mercado em 15 dias.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

PDT gaúcho envia carta ao PT sobre aliança em Porto Alegre

Sigla quer manter diálogo político com petistas para viabilizar aliança na capital gaúcha


O presidente do PDT do Rio Grande do Sul, Romildo Bolzan, enviou carta ao PT gaúcho onde manifesta a intenção de manter o diálogo a respeito de uma possível alianças entre as duas siglas para a disputa da prefeitura de Porto Alegre em 2012. Conversas políticas entre dirigentes nacionais, estaduais e municipais dos dois partidos foram realizadas nos últimos dias.
Leia abaixo a íntegra da carta:
Porto Alegre, 01 de setembro de 2011.
Companheiros do Partido dos Trabalhadores:
Após os encontros entre o Presidente do PDT, Carlos Lupi e o Presidente Nacional do PT, Deputado Rui Falcão, e, posteriormente, com o Presidente Regional do PT, Raul Pont, e o Presidente Municipal do PT de Porto Alegre, Vereador Adeli Sell, ocorridos há poucos dias, tomo a iniciativa de procurar o PT do Rio Grande do Sul e de Porto Alegre com o propósito de buscar iniciar um profícuo debate sobre o processo eleitoral de 2012 e 2014.
Como o PDT tem uma participação ativa tanto no Governo da Presidente Dilma Rousseff como no Governo de Tarso Genro, nos parece adequado que iniciemos com o PT um profundo debate sobre o processo eleitoral no Rio Grande do Sul, enfocando especialmente a cidade de Porto Alegre. Como o PDT vem tendo a responsabilidade de conduzir a administração da Capital de Todos os Gaúchos, desejo fazer algumas ponderações para a importância do debate e da busca de parceria entre os nossos partidos em Porto Alegre:
1.O primeiro ponto a destacar é de que a história de Porto Alegre está vinculada ao processo de participação popular advindo de um tecido social muito organizado através das suas associações de moradores, clubes de mães e outras formas de organização popular. É importante lembrar que o Prefeito Alceu Collares foi quem primeiro procurou estabelecer uma relação institucional com o movimento popular através da criação dos Conselhos Populares que tiveram grande presença na cidade naquele momento. Com a posse do Prefeito Olívio Dutra, o Partido dos Trabalhadores instituiu o Orçamento Participativo- OP, a inversão de prioridades, a coleta seletiva do lixo e outras políticas públicas inovadoras, onde o PDT e o atual Prefeito José Fortunati tiveram uma participação importante na sua formatação;
2.Também é necessário relembrar o aprofundamento das políticas sociais implementadas pelos nossos governos, com destaque para as áreas da criança e adolescente em situação de risco, moradias populares, saneamento básico, entre outras. Foi na gestão do Prefeito Raul Pont que Porto Alegre obteve, por duas vezes, o reconhecimento de Cidade Amiga da Criança, processo que foi coordenado pelo então vice-prefeito José Fortunati. Em 2008 voltamos a receber o mesmo reconhecimento;
3.Todo o esforço traduzido em 16 anos de governo da Administração Popular tiveram continuidade na gestão que se iniciou em 2005 e estão sendo aprofundados na atual gestão de Fortunati. Estamos presenciando um processo de revitalização da Democracia Participativa, com o resgate de demandas históricas do OP, com um forte investimento no atendimento do Plano de Investimentos, no fortalecimento do Conselho do Orçamento Participativo, na realização do V Congresso da Cidade, na realização do Fórum Social Mundial (que retornou ao RS em 2009), do Congresso da Rede Metrópolis, entre outras ações;
4. Além do mais, estamos investindo na qualificação dos serviços públicos oferecidos ao cidadão de Porto Alegre. Um exemplo disso é a modernização da área da saúde, a exemplo de cidades como Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo, a mecanização da coleta do lixo, a ampliação da coleta seletiva para todos os bairros da cidade, a implantação do Programa Integrado Sócioambiental, iniciado em 2005, que vai possibilitar que a cidade possa chegar ao patamar de 80% do seu esgoto cloacal tratado até 2013, o atendimento ao cidadão através da modernização do “156”, entre outras iniciativas;
5.Também é importante salientar a grande parceria entre a Prefeitura de Porto Alegre com o Governo Federal que tem se traduzido numa série de investimentos importantes para a cidade, como as obras para a Copa do Mundo, o PISA, o Programa Minha Casa Minha Vida e, provavelmente, o futuro metrô de Porto Alegre. O mesmo tem acontecido com o Governo Estadual onde a parceria já resultou na construção de uma Unidade de Pronto Atendimento – UPA, que está em sua fase final na zona norte da cidade, a projetada requalificação do Cais Mauá, entre outras;

6.Temos plena consciência de que a Política Econômica que vem sendo adotada pelo Governo Federal tem sido a responsável pelos belos indicadores do desenvolvimento do nosso Estado e Cidade. Hoje, Porto Alegre, devido à política econômica séria implantada pelo Presidente Lula e que tem sua continuidade com a Presidente Dilma Rousseff, tem propiciado a Porto Alegre o menor índice de desemprego entre todas as capitais brasileiras.

7.Com o propósito de aprofundar e intensificar um movimento de qualificação da cidade de Porto Alegre, oferecendo ainda melhores condições de vida aos seus moradores, especialmente daqueles que mais necessitam do Poder Público, o PDT entende ser importante a parceria com o PT para o próximo governo municipal, garantindo deste modo, uma maior governabilidade que possibilite a realização de novos investimentos e ações públicas com o propósito de deixar um grande legado para as presentes e futuras gerações da cidade;
8.Com este objetivo, o PDT propõe que o PT participe na construção do programa de governo de Porto Alegre, juntamente com os demais partidos, para o período 2013-2016 e apresenta o nome do Prefeito José Fortunati para encabeçar uma coligação ampla e sólida para as eleições de 2012 a exemplo do que tem ocorrido na esfera federal, baseado no histórico político, administrativo e ético da sua figura, na sua militância junto aos movimentos popular e sindical e partidária. Cabe lembrar que Fortunati sempre apoiou o Governo Lula e esteve, desde o primeiro momento, no primeiro turno, ao lado da Presidente Dilma Rousseff, em todo o processo eleitoral;
9.De forma alguma, não deixaremos de reconhecer a legitimidade de outras opções existentes, especialmente a da candidatura própria, tão ferrenhamente defendida por vários militantes petistas. Mas, entendemos que devamos continuar construindo um pólo político capaz de viabilizar não somente uma alternativa vitoriosa no processo eleitoral de 2012, mas que tenha como horizonte a construção de uma aliança que nos permita viabilizar, também, uma grande vitória nas eleições de 2014, na perspectiva de um Rio Grande cada vez mais fortalecido no cenário nacional. Neste sentido é importante lembrar que o PDT tem 67 prefeitos no RS e o PT posta-se como vice em 13 desses municípios e participa em 35 coligações de prefeitos pedetistas (52% dos governos do PDT). O PT tem 61 prefeitos e o PDT participa da administração como vice-prefeito em 11 desses municípios e compõem 26 coligações de prefeitos petistas (43% dos governos do PT). Os dois partidos estão juntos em 60 governos cuja gestão é comandada por outras siglas partidárias, o que totaliza uma composição de 121 governos em que PT e PDT atuam conjuntamente.
Na certeza de estarmos iniciando um processo de reflexão bastante maduro sobre uma possível aliança entre o PDT e o PT em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul para 2012, reitero as nossas saudações trabalhistas.
Atenciosamente,
Romildo Bolzan 
Presidente Regional do PDT

Artigo: Reforma política contra a degradação, por Tarso Genro

O sistema político atual do Brasil é um reprodutor de lideranças artificiais, vocações para a corrupção e regionalismos alienados


O ambiente democrático no país está se degradando num crescente assustador. O que segura o prestígio da democracia atualmente é, no plano da subjetividade política, a solidez que ela adquiriu em meio às elites e a boa parte do povo durante os governos FHC e o potencial de amplo apreço popular por ela nos governos Lula, face às grandes mudanças de rumo na economia e na distribuição de renda.
Os governos Lula proporcionaram extraordinária mudança na estrutura de classes da sociedade, criando novos sujeitos sociais e econômicos, não somente na burguesia mas também em extensas camadas populares, que “ganharam” e cresceram com a democracia e com ao processo de expansão da economia.
A questão da corrupção, que nunca foi tão atacada como nos últimos anos e continuará sendo porque já temos instituições sólidas para isso, não é responsável pela degradação do ambiente democrático. Tampouco o são a mediocridade de certa parte das elites, a crise mundial ou a manipulação da informação por uma parte poderosa da mídia.
Tudo isso pode colaborar um pouco, mas o centro da degradação é o sistema político no seu sentido mais largo -envolvendo o processo eleitoral, que também está esgotado. O sistema atual é um reprodutor de lideranças artificiais, de vocações para a corrupção, de regionalismos alienados e de corporativismos geográficos, que se opõem à ideia de nação.
O Brasil precisa de um choque político contra essa degradação que vai, paulatinamente, corroendo a dignidade da política aqui praticada: pelas alianças incoerentes, pela desvinculação dos líderes de partidos dos seus programas originários, pelos compromissos assumidos com os financiadores de campanhas (nem sempre lícitos) e, finalmente, pelo ativismo agressivo do Poder Judiciário e do Ministério Público.
Esses, no vácuo de uma legalidade superada e por conta da apatia do Congresso, atuam com seus termos de ajustamento ou suas súmulas sem precedentes, usurpando prerrogativas dos Executivos e Legislativos, talvez abrigados numa “inexigibilidade de outra conduta”, para que a situação não piore.
Defendo que três mísseis contidos na proposta do deputado Henrique Fontana, relator da reforma política, podem alterar para melhor essa letargia da decadência.
A saber: o financiamento público das campanhas, acompanhado de controles eficazes e duras sanções para partidos e pessoas que violem as normas de financiamento; a votação em lista preordenada (mesmo com a atenuação do voto duplo); e a criação de controles legais para a elaboração da lista, no âmbito interno dos partidos.
Os ecos de indignação ouvidos na Argentina (que se “vayan todos”) e a intermitência de “rebeldia” nos países da Europa ocidental -que buscam seus lugares “dentro do sistema” através das redes- são meras comprovações do profundo mal-estar com a democracia e também sintomas de um “novo” sem projeto e sem propostas para superar crises.

Só o risco calculado de uma reforma no sistema político, para oxigenar a República e organizar as disputas na democracia de alta intensidade, pode ressignificar a esfera da política e da militância nos partidos. O niilismo esquerdista ou direitista -ou meramente oportunista dos udenistas de ocasião- pode comprometer o futuro do essencial que nos une: a preservação e o avanço da democracia e da República.
Tarso Genro é governador do Rio Grande do Sul; foi ministro da Justiça (2007-2010), ministro da Educação (2004-2005) e prefeito de Porto Alegre pelo PT (1993-1996 e 2001-2002).

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

SJDH/RS - Presente na Semana Municipal do Idoso em Santiago

Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos/RS estará presente na Semana Municipal do Idoso em Santiago, o representante da secretaria será Cezar Slaviero Coordenador Estadual da Política do Idoso o tema de sua palestra será "O papel do Idoso na Sociedade", está participação da secretaria no evento deve-se ao meu contato com a Secretaria Sônia Uberti que me encaminhou a coordenadora da programação professora Enadir Obregon Vielmo que prontamente aderiu a idéia, o qual desde já agradeço a parceria da Secretaria Municipal de Desenv. Social na pessoa de sua Secretaria Sônia Uberti e a coordenadora Enadir Obregon Vielmo, onde da mesma forma como Assistente da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos/RS me coloco a disposição para fazer a interlocução entre nosso municipio e o estado, pois com certeza teremos muitas outras parcerias que venham a benificiar nossa comunidade.
Abaixo a programação completa. (clique na imagem para ampliar)


sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Visita do deputado Nelsinho Meltalúrgico PT a Santiago

Ontem esteve visitando nossa cidade o deputado estadual Nelsinho Metalúrgico PT, participou de uma renião do partido, deu um relato da conjuntura estadual, federal e dos desafios do partido para os próximos períodos, logo após se deslocou comigo e o companheiro Avelar Ramos onde gravou uma entrevista na rádio Santiago colocando-se a disposição seu mandato a serviço da comunidade, em seguida se dirigiu a rádio Central FM onde também concedeu uma entrevista, logo depois seguiu sua agenda rumo a São Luiz Gonzaga. Gostaria de agradecer aos profissionais e amigos Alberto de Freitas comunicador da Central FM, Juliano Nascimento radialista da rádio Santiago, Márcio Brasil fotógrafo do jornal Expresso Ilustrado e também ao diretor Éldrio Machado diretor da Central FM que sempre atende aos meus pedidos de espaço na emissora, meu muito obrigado a esta equipe de profissionais pela cobertura a visita do deputado Nelsinho Metlúrgico.
 Alberto de Freitas comunicador da Central FM, deputado Nelsinho Metalúrgico e eu
 Reunião sede do PT municipal
 deputado Nelsinho Metalúrgico
 deputado nos estúdios da rádio Santiago
 deputado e o Companheiro Avelar Ramos nos estúdios rádio Santiago
Alberto de Freitas comunicador da Central FM e o deputado


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Monumento em frente a rodoviária de Porto Alegre/RS

"Rio Grande do Sul,  morrer por ti, me dou o luxo "

"Nossas Raízes"



O temário proposto para os Festejos Farroupilhas 2011 foi aprovado pela Comissão Estadual, no mês de dezembro de 2010 e homologado pelo Congresso Tradicionalista Gaúcho, do MTG, em janeiro de 2011. A proposta é bastante abrangente e tem como objetivo explorar a história do Rio Grande do Sul e buscar, em alguns episódios e períodos, indicadores da identidade do povo gaúcho. Rebuscar a história e retirar dela os aspectos que melhor retratem a formação sócio-cultural do nosso Estado é tarefa que não se esgotas nesse ano de 2011, mas haverá de nos ajudar a entender um pouco mais a nossa identidade cultural regional. Cada município do Estado ou cada microrregião poderá aprofundar um ou mais tópicos entre os que estão sendo propostos neste temário. Esse aprofundamento se dará em função da característica local, especialmente pela predominância ou influencia maior de uma ou de outra etnia.  Para bem desenvolver a idéia de explorar as raízes da formação sócio-cultural do gaúcho sul-rio-grandense foram selecionados os seguintes momentos da nossa história:
1. OS JESUÍTAS NO TERRITÓRIO GAÚCHO
                As reduções jesuíticas constituídas entre 1626 e 1641. A introdução do gado pelos Pe. Cristovão de Mendonça e Pedro Romero, o que resultou nas vacarias do Mar e dos Pinhais, além do uso do cavalo na lida campesina.  Mais tarde, com o retorno dos jesuítas ao território temos a formação dos Sete Povos das Missões. Deste segundo momento podemos explorar a questão da religiosidade, da expansão da erva-mate, as esculturas e a música (1682 a 1756). Importante estudar a Guerra Guaranítica (1754-1756) e suas consequencias.
2. A TERRA DE NINGUEM
                O período compreendido entre a chegada dos jesuítas e a chegada dos portugueses caracterizou-se pela ausência de governo, de regramento e de organização mínima daquela “sociedade” que começava a aparecer, com predomínio da exploração do gado e o comércio do couro. Surge aí o tipo humano denominado “gaudério”, depois batizado de gaúcho. Foi nesse período que os portugueses instalaram a Colônia do Sacramento (1680), às margens do Rio da Prata e intensificou-se a movimentação de tropas entre Laguma e o Sacramento, especialmente pelo litoral. Surge, no cenário, Cristóvão Pereira de Abreu que é considerado o primeiro tropeiro. Esse tropeiro abre o primeiro caminho para levar tropas de gado e mulas do Rio Grande do Sul para a Província de São Vicente, hoje São Paulo. Era o início do tropeirismo.
3. FUNDAÇÃO DA PROVÍNCIA
                A província de São Pedro do Rio Grande do Sul começa a tomar forma com a chegada de Silva Paes e a fundação de Rio Grande (Forte Jesus-Maria-José) – 1737. Aprofunda-se a iniciativa portuguesa de ocupação do território (também reivindicado pelos espanhóis) com a distribuição de sesmarias e a organização das estâncias. É a partir daí que são plantadas as bases sociais e econômicas do Rio Grande do Sul. Depois de Rio Grande, foi fundado Rio Pardo e, ali, surge a figura de Rafael Pinto Bandeira e sua atividade militar na defesa do território contra as invasões castelhanas: Rio Pardo, a tranqueira Invicta.
4. OS AÇORIANOS E A FUNDAÇÃO DE PORTO ALEGRE
                O tratado de Madri (entre Portugal e Espanha) previa a troca da colônia do Sacramento pelos sete Povos das Missões, o que resultou na Guerra Guaranítica. Os portugueses planejaram ocupar as Missões com casais de açorianos e implantar na região uma espécie de colônia agrícola. Os açorianos chegaram a partir de 1754 e não puderam ser enviados para as Missões em função da Guerra, permanecendo na região litorânea e nas proximidades do Porto do Dornelles, fundando o Porto dos Casais, hoje Porto Alegre, a Capital do Estado. Eles ocuparam, também, as margens dos rios Jacuí e Taquari, fundando cidades como Triunfo e São Jerônimo. A agricultura ganhou impulso com os açorianos que se dedicaram ao cultivo de culturas como o trigo, milho e feijão. Os açorianos influem muito na implantação da cultura da família (a clã), até aquele momento praticamente desconhecida pelos habitantes que lidavam com o gado numa vida sem paradeiro. Dos açorianos temos muito das nossas músicas, danças, culinária, fé religiosa e modo de vida.
5. ÉPOCA DAS CHARQUEADAS (1780 – 1840)
                A lida com o gado ganha um ingrediente importante a partir das charqueadas. Essa foi a primeira e mais importante indústria do Estado. Por largo período o Estado teve nas charqueadas seu motor econômico mais significativo.É no período das charqueadas que o uso dos rios e lagos como meio de transporte ganha impulso, especialmente entre Porto Alegre e Pelotas. A economia passa a depender da força de trabalho dos negros escravos trazidos para as charqueadas. Foi um período de grande crescimento econômico, especialmente de Pelotas e Rio Grande, mas também foi o período triste se analisado do ponto de vista humanitário ou do direito natural dos homens. Os negros foram tratados como simples animais nas charqueadas.
6. A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA DA PROVÍNCIA
                A província de São Pedro do Rio Grande do Sul somente ganha uma administração própria no ano de 1809. Sob o ponto de vista da administração pública, esse é o momento em que o Estado adquire autonomia.  A partir da organização administrativa da Província, a Capital, Porto Alegre, se desenvolve e começa a ganhar contornos de modernidade com o surgimento de prédios e de uma arquitetura própria. Outro episódio importante daquele primeiro quarto do século XIX, é o desaparecimento da província Cisplatina e o surgimento do Uruguai (1828). Destaca-se para isso a Guerra da Cisplatina. O episodio mais significativo dessa guerra foi a Batalha do Passo do Rosário, não somente por ter protagonizado a maior concentração de tropas já vista na America do Sul, mas pelas suas conseqüências políticas.
7. COLONIZAÇÃO – PRIMEIRA FASE
                Imprescindível para a compreensão da identidade regional é reconhecer a importância da colonização do território por europeus. Primeiro chegam os alemães. Estabelecidos inicialmente na Real Feitoria do Linho Cânhamo (1825), hoje São Leopoldo, expandiram-se para o norte e oeste, ocupando grande parte dos vales. Foram os alemães que implantaram as primeiras indústrias (artesanato) no território gaúcho. Podemos destacar, além da culinária, também a música, a dança e o espírito do cooperativismo trazido pelos alemães. A nova “ética do trabalho” também se deve aos imigrantes.
7. REVOLUÇÃO FARROUPILHA
                Episódio considerado como marco fundador da identidade regional, a Revolução Farroupilha teve início em 1835 com a tomada de Porto Alegre. Vale estudar as causas dessa revolução e o papel que a maçonaria desempenhou no fomento do conflito. A figura de Antonio de Souza Netto que patrocinou a proclamação da República Rio-Grandense (1836) merece ser bem estudada. Bandeira e Hino o hino da República Rio-Grandense foram uma conseqüência da proclamação de Netto. O episódio da tomada de Laguna e a criação da República Catarinense (1839) merecem destaque pelo significado político: os farroupilhas pretendiam implantar no Brasil uma República Federativa, integrada pelas províncias autônomas. O fim da revolta no ano de 1845, sem que os objetivos fossem alcançados, mas com conquistas importantes consubstanciadas naquilo que passou para a história como Paz de Ponche Verde, assinada nos campos de Dom Pedrito.
8. NA DEFESA NACIONAL
                A tônica da história do Estado foi a defesa do território contra os interesses castelhanos. A Guerra contra Rosas (1854) é um marco importante nesse mister. Os mesmos farroupilhas que haviam lutado contra o Império Brasileiro foram os que defenderam o Brasil contra as pretensões expansionistas do ditador argentino. A Guerra do Paraguai (1865) foi outro episódio importante. Os gaúchos formaram vários “Corpos de Voluntários da Pátria” para a formação do exército da Tríplice Aliança (Brasil, Argentina e Uruguai), combatendo o Paraguai e seu ditador Solano Lopes. -Depois da Guerra do Paraguai tem início da modernização do Brasil e do Estado, com a implantação das estradas de ferro. Houve a partir de então uma significativa melhora nos transportes e na integração do território.
9. REVOLUÇÃO FEDERALISTA
                No ano de 1889 instala-se a República Brasileira. O fim do Império dá início a um novo momento político. No Estado há uma intensa disputa pelo poder. As figuras de Julio de Castilhos e de Gaspar Silveira Martins surgem como estrelas da disputa política o que resultou na Revolução Federalista. A “guerra da degola”. Pica-paus e maragatos mancharam o território com o sangue dos gaúchos. Duas ideologias, duas facções, dois interesses convulsionaram o Estado por dois anos (1894-96). No final, a implantação da administração positivista. No ano de 1892, o Corpo Policial é extinto e no seu lugar surge a Brigada Militar como um exército estadual.
10. A COLONIZAÇÃO – SEGUNDA FASE – COMPLETA-SE O GHAÚCHO
                A chegada dos Italianos no ano de 1875 marca a ocupação do último grande espaço territorial: a serra. Com sua força de trabalho, os italianos plantam cidades e imprimem um novo ritmo para a economia do Estado. Culturalmente contribuem com as suas danças, música, culinária, festas de comunidade e crença religiosa. Nesse período temos também a chegada de imigrantes Poloneses, Holandeses, ucranianos e outros grupos que, se não ocuparam grandes áreas, foram e são até hoje importantes para muitas comunidades do Estado. Neste ano de 2011 comemora-se o centenário da imigração Holandesa no Brasil. É o ano da Holanda no Brasil.
11. GAUCHISMO: CULTO E PRÁTICA
                A identidade gauchesca começa a ser estudada, compreendida e difundida, mesmo que de forma romântica, com o surgimento do Partenon Literário em Porto Alegre (1858). Foi naquela “confraria” que surgiram os primeiros escritores e poetas valorizando o gaúcho e sua cultura. Mais tarde surge a figura de João Cezimbra Jacques que capitaneou a fundação do Grêmio Gaúcho (1898). Foi essa a primeira iniciativa de organização social, como um clube, para resgatar e preservar aspectos importantes da cultura gauchesca. Em seguida foi a vez de João Simões Lopes Neto fundar a União Gaúcha de Pelotas (1899), seguindo-se uma série de clubes gauchescos pelo Estado. Foi no ano de 1947 que toda a experiência acumulada desde o Partenon Literário, que resultou na primeira Ronda Gaúcha no Colégio Julio de Castilhos, o episódio de 5 de setembro com “O Grupo dos 8” e, depois, já no ano de 1948 o surgimento do 35 CTG que deu o modelo seguido por inúmeros outros Centros de Tradições no Estado e fora dele. Hoje são mais de 3.000 CTGs, espalhados pelo mundo, reunindo pessoas (gaúchos sul-rio-grandenses e outros gaúchos) cultuando, valorizando e difundindo a cultura gauchesca e consolidando a identidade do gaúcho, fruto da sua trajetória histórica. O gaúcho é um tipo cultural, formado por inúmeras etnias e aspectos culturais herdados dos índios, espanhóis, portugueses, negros, açorianos, alemães, italianos, poloneses, holandeses ... e mestiços de toda ordem.
 MANOELITO CARLOS SAVARIS
1º VICE-PRESIDENTE DA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DA TRADIÇÃO GAÚCHA.
Fonte: http://www.semanafarroupilha.com.br/

Deputado Federal Paulo Pimenta em Santiago

Eu, deputado Federal Paulo Pimenta PT
 repórter Juliano Nascimento Rádio Santiago, entrevistando o Deputado Paulo Pimenta
Cheguei a pouco da camara municipal de vereadores de Santiago, onde estava presente o deputado federal Paulo Pimenta PT, onde explanou seu trabalho desenvolvido na camara federal e se colocou sempre a disposição das autoridades e comunidade em geral, logo mais a tarde também as 19;00 horas na sede do partido PT estará presente o deputado estadual Nelsinho Metalúrgico PT, isto mostra que nossas lideranças locais estão trabalhando para que estas liderenças estaduais e nacionais estejam cada vez mais presentes em nossa cidade e região, com isso mais cientes das nossas dificuldades e assim possam propor projetos, investimentos e melhorias para nossa região, também demostra que nosso partido PT esta ativo e forte em Santiago.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Convite recebido

Recebi o email abaixo do companheiro Tide Lima,
Companheiras e companheiros, 
Queridos amigos.

Um bom feriado, uma boa reflexão desta Pátria que juntos  estamos construindo.
Deixo esta lembrança e convite para participar de um bom debate de idéias e trocas de experiências com             
o Deputado Federal Paulo Pimenta PT RS, Coordenador da Bancada Gaúcha  que estará no dia 8 setembro quinta-feira em Santiago as 09h00min  na Câmara de Vereadores,  numa plenária com convite aberto a todos cidadãos, debatendo o desenvolvimento regional,  trabalho do mandato a Coordenação na Câmara Federal da Bancada Gaúcha, sua História com Santiago e Região .
As 10 h estará visitando a Escola Estadual  Monsenhor Assis.
                          
 Tide Lima.

Deputado Estadual Nelsinho Metalúrgico em Santiago

 Em roteiro pela região, o deputado Nelsinho Metalúrgico PT, estará amanhã dia 08 de Setembro em Santiago, o deputado estará as 19:00 horas na sede municipal do PT,  rua Bento Gonçalves (ao lado do Posto Esso), todos os filiados e simpatizantes e comunidade em geral são convidados a participar.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Música - João Chagas Leite

"O impossível não existe"
     Desde cedo João Chagas Leite sentia uma vontade imensa de tocar violão, isto fazia com que aquele menino, da pequena Uruguaiana, procurasse entre as brincadeiras normais de sua idade, assistir aos ensaios de "Teco Ibarra e                  seu conjunto".
Este por sua vez, dava concertos de violão em dois dias por semana na Rádio Charrua, e quem carregava o seu violão era o menino João. - após cada concerto o seu "Teco" me pedia para passar um feltro entre as cordas do violão, lembra João. Logo surgiu a pergunta, por parte do seu "Teco",João não gostaria de aprender a tocar violão. Este dia mudaria completamente a vida do menino.
Oriundo de família humilde, até a aquisição de um violão constituía uma enorme dificuldade. Seu pai trabalhava na prefeitura, na área de pavimentação, e seus instrumentos eram a pá e o picão. Foi com muito custo, assim, que seu pai conseguiu adquirir o primeiro violão do seu filho famoso.
As dificuldades originadas por um pequeno problema na mão esquerda obrigaram-no a criar sua própria maneira de executar o instrumento. - quando seu "Teco" começou a me ensinar, me disse para inverter a posição do violão, ou seja, com os bordões para baixo. Mas mesmo assim eu não conseguia tirar som do violão e meus dedos sangravam muito. Foi quando eu conheci a "Dedeira" e descobri que poderia moldá-la com água quente. A partir daí, o violão tinha som de violão.
Mas uma coisa ainda o intrigava: seus pais tinham, inconscientemente, um sentimento de culpa por causa do probleminha em sua mão esquerda e ele queria libertá-los disso. Na época, João era fã de Roberto Carlos e a primeira música que aprendeu no violão, foi "O Portão".
Um certo dia seu pai chegara para o almoço. João estava decidido que seria neste dia a libertação de seus pais. Então pediu um minuto de atenção.
- a família estava toda reunida e daí eu larguei os versos: "Eu cheguei em frente ao portão, meu cachorro me sorriu latindo...". Uma  emoção muito grande tomou conta de todos nós, nos abraçamos e, daí em diante, minha vida mudou completamente, eu nascia para a música. Por isso eu sempre digo: "O impossível só existe para aquele que realmente morre para a vida".  Trajetória Dizem que é à noite quem faz o artista, mais precisamente os bares e, como cantava Milton Nascimento: "Foi nos bares da vida, ou num bar em troca de pão, que muita gente boa pôs o pé na profissão". Com João Chagas Leite a historia se repete, e os bares de Uruguaiana tiveram o privilégio de acompanhá-lo no inicio da carreira. As baladas românticas estavam em alta, a jovem guarda iniciava sua historia, o rock era a opção da juventude. A rádio Charrua executava diariamente os grandes sucessos oriundos do eixo Rio/São Paulo, assim como os programas ao vivo com a participação de artistas locais, entre eles o próprio João. Logo surgiram convites para participar de conjuntos, o que João chagas leite não recusara em nenhuma hipótese, tornando-se guitarrista de baile.
Em seguida participou do grupo pesquisa, um conjunto vocal que contou ainda com a participação de César Passarinho e João de Almeida Neto. Com o surgimento dos festivais, João Chagas Leite deu inicio à carreira solo.
- Eu considero os festivais como ponto de partida para o músico do Rio Grande do Sul, pois assim como eu, outros tantos artistas iniciaram suas carreiras nos festivais, tornando-se conhecidos do grande público.
Até o lançamento de "Dança", João Chagas Leite ganhou nove festivais e foi premiado em tantos outros como o melhor interprete e também como o mais popular, entre outras proezas.
Lançou seis discos e uma coletânea
Percorreu vários estados brasileiros, foi escolhido o melhor interprete do Rio grande do Sul em 1994 e 1995.
E hoje se considera um vitorioso, apesar de achar que ainda tem muito a fazer. 

João Chagas Leite 

Charge

Cheguei Hoje da Capital

 Estive por uns cinco dias na capital, conhecendo melhor os projetos e os trabalhos em andamentos da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos, como também conhecendo os colegas de trabalho, o que me impressionei com o profissionalismo e o carinho com que desempenham suas atividades, lembrando que a grande maioria todos concursados, também aproveitei e visitei a Assembléia Legislativa. Com certeza voltei bem mais motivado e cheio de idéias que venham a melhorar a vida da nossa comunidade, abaixo mais algumas fotos de outros colegas.
eu em frente a AL
 Colega Daniel
 Colega Jucimara
 Colega Maria do Horto Alves Andrade - Secretaria Executiva do CONEN-RS

sábado, 3 de setembro de 2011

Me Pergunte?

Caso tenha alguma pergunta a me fazer, você pode acessar o site http://mepergunte.com/sergiomarion e me fazer a pergunta, talvez eu responda, talvez não.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Em Porto Alegre

Quarta-feira passada estive em Porto Alegre, visitando a Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos, para me informar e conhecer melhor sobre os projetos em andamentos e os em execução desenvolvidos pela secretaria e também conhecer os vários colegas que fazem parte desta equipe, abaixo fotos de alguns destes colegas, como a linda paisagem vista da secretaria, já que esta esta localizada no 12º andar do centro administrativo do estado.
Colegas Bárbara e Camila
Colega Guilherme
Coelgas Jaqueline e Marcia (Cedica)
 A Vista I
 Vista II
 Vista III
 Colega Marcel
 Colega Sabrina Souza
 Vista IV
 Vista V
 Vista VI
 Colega Rogério 
Colega Vanessa
Colega Goreti
Obs: todas as fotos acima foram tiradas pela colega Colega Sabrina Souza
Diretor administrativo da FaseMarcelo Machado

Arquivo do blog